Turismo: uma viagem pela interdisciplinaridade

O turismo é uma atividade humana que envolve o deslocamento de pessoas para as mais diversas regiões, promovendo a comunicação e interação entre os povos. Trata-se de uma prática que possibilita o conhecimento de diferentes culturas, fomentando a educação e movimentando diversos setores da economia mundial, de forma a contribuir na conservação dos recursos locais, físicos e humanos. É uma atividade que cresce a cada dia como um reflexo dos anseios e motivações da sociedade contemporânea em busca do lazer. O profissional com competência para planejar atividades, a fim de oferecer o melhor tratamento às pessoas que buscam o Turismo, é o turismólogo.

O profissional desta área deve dominar não só a vertente teórica dessa área do saber, mas também considerar a característica transversal do Turismo, que envolve outros campos de conhecimento. Dessa forma, precisa ter habilidades para interpretar as dinâmicas de sua atividade, que resultam da multiplicidade de interfaces entre os sistemas ecológico, econômico, social, político, tecnológico, cultural e legal.

Para formar profissionais com essas habilidades, o Curso de Bacharelado em Turismo da UFS, com entrada anual e funcionamento no turno vespertino, é formado por um corpo docente composto por mestres e doutores, habilitados a capacitar o futuro bacharel para atuar de forma crítica e reflexiva nos processos inerentes à prática turística, notadamente nas agências de viagens e operadoras turísticas; no setor de alimentos e bebidas; hotelaria e hospitalidade; no setor de transportes aéreo, rodoviário e cruzeiros marítimos; na administração e gestão de eventos; na área cultural, através do desenvolvimento de projetos voltados para o uso turístico do patrimônio histórico e artístico; planejamento e consultoria turística e marketing turístico. A formação não se limita a uma base teórica bem definida, para que o turismólogo possa desenvolver atividades direcionadas ao planejamento e desenvolvimento, à gestão de empreendimentos turísticos e à pesquisa do turismo. Há preocupação também com a consciência da cidadania e dos princípios éticos para que esse profissional possa não só desenvolver suas atividades mantendo o compromisso com o homem, a sociedade e o meio ambiente, mas também ingressar e atuar no mercado de trabalho respeitando as exigências atuais da prática profissional.